Fluxo de Bens e Serviços dos Produtores aos Consumidores

Fonte de Reprodução: Getty Imagens

Marketing , a soma das atividades envolvidas no direcionamento do fluxo de bens e serviços dos produtores aos consumidores.

A principal função do marketing é promover e facilitar o intercâmbio. Por meio do marketing, indivíduos e grupos obtêm o que precisam e desejam trocando produtos e serviços com outras partes. Esse processo só pode ocorrer quando há pelo menos duas partes, cada uma com algo a oferecer. Além disso, a troca não pode ocorrer a menos que as partes sejam capazes de se comunicar e entregar o que oferecem. O marketing não é um processo coercitivo: todas as partes devem ser livres para aceitar ou rejeitar o que os outros estão oferecendo. Assim definido, o marketing se distingue de outros modos de obtenção dos bens desejados, como por meio da autoprodução, mendicância, roubo ou força.

businesswoman standing by a flip chart giving presentation - marketing - fotografias e filmes do acervo
Fonte de Reprodução: Getty Imagens

O marketing não se limita a nenhum tipo particular de economia, porque os bens devem ser trocados e, portanto, comercializados em todas as economias e sociedades, exceto talvez nas mais primitivas. Além disso, o marketing não é uma função que se limita a negócios com fins lucrativos; até mesmo instituições públicas como hospitais, escolas e museus se envolvem em algumas formas de marketing. No amplo escopo do marketing, o merchandising se preocupa mais especificamente com a promoção da venda de bens e serviços aos consumidores (isto é, varejo) e, portanto, é mais característico das economias de livre mercado.

Com base nesses critérios , o marketing pode assumir várias formas: pode ser um conjunto de funções, um departamento dentro de uma organização, um processo gerencial, uma filosofia gerencial e um processo social.

businesswoman giving presentation to colleagues - marketing - fotografias e filmes do acervo
Fonte de Reprodução: Getty Imagens

A disciplina de marketing em evolução

A disciplina de marketing teve suas origens no início do século 20 como uma progênie da economia . A ciência econômica havia negligenciado o papel dos intermediários e o papel de outras funções além do preço na determinação dos níveis e características da demanda. Os primeiros economistas de marketing examinaram os mercados agrícolas e industriais e os descreveram com mais detalhes do que os economistas clássicos. Esse exame resultou no desenvolvimento de três abordagens para a análise da atividade de marketing: a mercadoria, a instituição e a função.

A análise de commodities estuda as maneiras pelas quais um produto ou grupo de produtos é trazido ao mercado. Uma análise de commodities do leite, por exemplo, traça as maneiras pelas quais o leite é coletado em fazendas leiteiras individuais, transportado e processado em cooperativas de laticínios locais e enviado para mercearias e supermercados para compra do consumidor.A análise institucional descreve os tipos de negócios que desempenham um papel predominante no marketing, como instituições de atacado ou varejo. Por exemplo, uma análise institucional de atacadistas de roupas examina as preocupações constantes que os atacadistas enfrentam para garantir o fornecimento correto para seus clientes e os recursos adequados de estoque e remessa. Finalmente, uma análise funcional examina as tarefas gerais que o marketing executa. Por exemplo, qualquer esforço de marketing deve garantir que o produto seja transportado do fornecedor ao cliente. Em alguns setores, esta função de transporte pode ser realizada por um caminhão, enquanto em outros pode ser feito por correio ou e-mail, fax, sinal de televisão, Internet ou companhia aérea. Todas essas instituições desempenham a mesma função.

mid adult businessman leading a board room meeting - marketing - fotografias e filmes do acervo
Fonte de Reprodução: Getty Imagens

À medida que o estudo de marketing se tornou mais prevalente ao longo do século 20, grandes as empresas – principalmente fabricantes de consumidores de massa – começaram a reconhecer a importância da pesquisa de mercado , do melhor design do produto, da distribuição eficaz e da comunicação sustentada com os consumidores para o sucesso de suas marcas. Conceitos e técnicas de marketing mais tarde mudaram para o setor de bens industriais e, posteriormente, no setor de serviços. Logo ficou claro que as organizações e os indivíduos comercializam não apenas bens e serviços, mas também ideias (marketing social), lugares (marketing de localização), personalidades (marketing de celebridades), eventos (marketing de eventos) e até as próprias organizações (relações públicas).

Encontre os melhores assuntos sobre Marketing aqui. Receba informações e comparações! Encontre profissionais especializados em Marketing. Para mais informações acesse https://medmarketing.com.br/ .

Fonte: https://www.r7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *